Introdução Aos Índices Upside e Downside Capture

Quão bem o seu fundo performou perante o benchmark durante períodos de força e fraqueza do mercado?

Esther Pak 06/07/2020 14:05:00

Pergunta: Vejo que Morningstar.com exibe índices de upside e downside capture para os fundos. O que essas estatísticas significam?

 

Resposta: Esse conjunto de estatísticas oferece uma maneira relativamente direta de avaliar o desempenho histórico de um fundo durante as altes e quedas do mercado. Quando usadas em conjunto com outras medidas de risco, os índices de upside e downside capture podem ser uma ferramenta útil para monitorar o desempenho de seus ativos e realizar a devida diligência sobre possíveis adições ao seu portfólio.

 

Como são calculadas as relações?

O termo "índices de upside e downside capture" pode parecer instável, mas o conceito é bem direto. Em resumo, as estatísticas mostram se um determinado fundo superou - ganhou mais ou perdeu menos que – um índice de referência do mercado durante períodos de força e fraqueza do mercado e, em caso afirmativo, quanto.

Os índices de upside e downside para os fundos são calculados considerando o retorno mensal do fundo durante meses em que o índice de referência teve um retorno positivo e dividindo-o pelo retorno do mesmo mês. Os índices de captura de baixa são calculados considerando o retorno mensal do fundo durante os períodos de desempenho negativo do benchmark e dividindo-o pelo retorno do benchmark.

Um índice de upside superiora 100 indica que um fundo geralmente superou o benchmark durante períodos de retornos positivos para o benchmark. Enquanto isso, um índice de downside de menos de 100 indica que um fundo perdeu menos que seu benchmark em períodos em que a referência estava no vermelho.

 

O que os números significam?

Se os índices tanto de um lado quanto do outro forem 100, isso significa que o fundo se moveu em sincronia com a referência nos mercados de alta e baixa. Por exemplo, fundos indexados ao Índice S&P 500, como o Vanguard 500 Index (VFINX), mostram índices que estão a um nada de distância de 100. (As taxas dos fundos são a principal razão pela qual eles não seguem perfeitamente o benchmark).

Porém, para os fundos geridos mais ativamente, os índices de captura de alta e baixa ilustrarão uma divergência mais significativa em relação ao valor de referência. Por exemplo, o PIMCO Total Return (PTTAX) tem uma taxa de upside de três anos de 120,23% e uma taxa de downside de 86%, o que indica que ele superou o Barclays US Aggregate Bond Index em 20,23% nos mercados em alta e "capturou" apenas 86,00% do desempenho negativo de sua referência durante quedas de mercado. Um histórico tão forte de potencial de alta, juntamente com a proteção de baixa, significa que o fundo é um candidato que vale a pena para uma investigação mais aprofundada.

 

Tenha em Mente as Ressalvas

Embora o PIMCO Total Return demonstre um padrão de desempenho "melhor dos dois mundos", a maioria dos fundos terá uma escolha mais difícil entre o desempenho no upside e no downside. Se um fundo tem um desempenho considerável em relação ao seu índice, é provável que tenha um desempenho inferior no downside, e vice-versa.

Além disso, vale lembrar que todos os fundos de uma determinada classe de ativos são comparados a uma única referência de mercado. Conforme observado anteriormente, usamos o S&P 500 para fundos de ações dos EUA, o MSCI EAFE para fundos de ações estrangeiras e o Barclays Aggregate Bond Index para fundos de títulos. Se o gestor usar um estilo de investimento dramaticamente diferente do valor de referência, você pode esperar que seus índices de captura de alta / baixa sejam impressionantes.

Veja o título Fidelity Short-Term Bond (FSHBX), por exemplo. Como a sensibilidade à taxa de juros é muito mais baixa do que a do Barclays Capital Aggregate Bond Index, seus índices de captura de alta / baixa mostram que ele teve um desempenho muito abaixo do benchmark quando o índice gerou retornos positivos, enquanto o superou dramaticamente nos períodos de baixa. Nessas situações, pode ser útil comparar os índices de captura de alta / baixa do fundo versus o benchmark com os de outros fundos da mesma categoria - nesse caso, fundos de títulos de curto prazo - com o mesmo benchmark.

 

Artigo original em https://www.morningstar.com/articles/374386/introducing-upside-and-downside-capture-ratios

TAGS

About Author

Esther Pak  Esther Pak is an assistant site editor of Morningstar.com.

© Copyright 2020 Morningstar, Inc. Todos os direitos reservados.

Termos de Uso        Política Privacidade        Cookies