Um Guia de Sobrevivência para o Mercado em Queda para Quem Tem 20, 30 e 40 anos

Quando você ainda tem tempo até a aposentadoria, a volatilidade do mercado deve ser mais fácil de se lidar, mas nem sempre. Um guia passo a passo para não se abater nestas situações.

Christine Benz 27/02/2020 08:39:00

O primeiro mercado em baixa que experimentei durante minha vida adulta, de 2000 a 2002, parecia particularmente violento e assustador. As ações caíram em 2000 e 2001, mas o fundo realmente chegou em 2002, com o S&P 500 caindo 23%.

Em retrospecto, este período parece ser uma correção necessária, uma verificação quase saudável dos piores excessos do mercado no final dos anos 90. E agora que passei por alguns períodos como este, sei que as ações geralmente se recuperam e vencem ativos menos voláteis ao longo do tempo. Mas, na época, parecia que estávamos nos aventurando em um território desconhecido. Não foi divertido assistir ao meu portfólio de ações, que eu geria com orgulho, cair mais de 30% nesse período.

Essa é a estranha dinâmica do jogo quando você investe em mercados difíceis nos seus 20, 30 e 40 anos, antes que seu horizonte de tempo diminua e a aposentadoria esteja próxima. O que provavelmente será seu principal objetivo de economia - aposentadoria - será daqui a muitos anos. Com base apenas nos fatos, a volatilidade do mercado não deve incomodá-lo muito, porque você tem mais do que tempo suficiente para recuperar seus investimentos antes de começar a utilizá-los durante a aposentadoria. Porém, caso tenha menos experiência como investidor, é mais provável que você fique abalado durante quedas do mercado do que investidores experientes que estão mais próximos da aposentadoria. Em outras palavras, quando você tem 20, 30 e talvez até 40 anos, sua capacidade de risco é alta, mas sua tolerância a riscos pode não ser.

Como em qualquer situação que pareça assustadora e incerta, é aconselhável concentrar suas energias no que você pode controlar. Afinal, você não tem influência sobre a direção da economia ou dos mercados; eles vão fazer o que vão fazer. Mas você exerce pelo menos um pouco de influência sobre sua própria situação: quanto economiza versus gasta, como alocou seu portfólio, se criou um colchão de segurança adequado e assim por diante.

Se você ficou assustado com a recente volatilidade do mercado e ainda está bastante adiantado em seu estágio de acumulação (ou seja, você provavelmente tem entre 15 e 20 anos ou mais de aposentadoria), eis as etapas principais a serem seguidas. (Os artigos anteriores discutiam estratégias de baixo mercado para pessoas em outras etapas da vida - aposentados e pré-aposentados).

Etapa 1: Revise sua Taxa de Poupança.

O mercado em alta tendia a incentivar um efeito de riqueza. Com o rápido crescimento dos saldos do portfólio, era fácil ficar confortável gastando mais em jantares ou reservando um hotel um pouco mais confortável para as suas férias do que antes. "Estilo de vida assustador" entra em cena.

Uma das melhores maneiras de retomar o controle do seu plano financeiro em tempos de incerteza é apertas estes gastos e focar novamente em sua taxa de poupança. Olhe para o ano passado e calcule quanto do seu portfólio você conseguiu economizar ou investir em vez de gastar. Muitas pessoas ancoram em economizar 10% de sua renda. Mas isso pode ser uma meta muito baixa para muitos, especialmente se você estiver economizando para outros objetivos, como a faculdade dos filhos e a aposentadoria. Em vez de confiar em regras básicas para algo tão crucial quanto sua taxa de poupança, gosto da ideia de criar uma meta de economia personalizada, com base em sua própria situação.

Depois de definir o valor desejado de poupança, automatizar suas contribuições pode ajudar a reduzir os impedimentos para o investimento deste dinheiro. Afinal, pode ser difícil se motivar para investir mais quando tudo está caindo. Se você está contribuindo para um plano de aposentadoria no seu trabalho, suas contribuições já estão sendo automaticamente retiradas de cada salário. Se você estiver investindo em outros veículos de poupança de aposentadoria, como um PGBL ou VGBL, também poderá colocar estas contribuições no piloto automático. (A maioria dos provedores de investimentos tem o prazer de inscrever você para contribuições mensais automáticas, que são deduzidas diretamente da sua conta bancária.) Ao colocar montantes fixos para trabalhar regularmente, você ajuda a garantir que esteja comprando mercadorias em uma variedade de preços, inclusive quando o mercado está em baixa.

Etapa 2: Revise Sua Alocação de Ativos a Longo Prazo.

Depois de revisitar sua taxa de poupança, analise mais de perto o seu portfólio real, começando com a alocação de ativos. A funcionalidade de raio-X no Portfolio Manager da Morningstar ou no Instant X-Ray pode ajudá-lo a ver onde está o mix de ações, títulos e dinheiro do seu portfólio atualmente. Você está correndo riscos suficientes em ações, sem correr tanto risco que coloque seu plano em perigo, que venderá esse portfólio cheio de ações no pior momento possível?

Se você não tem idéia de como responder a essa pergunta, existem algumas maneiras de avaliar a razoabilidade do seu mix de ações / títulos / caixa. Obviamente, um consultor financeiro pode ajudá-lo a personalizar sua alocação de ativos e seu plano de portfólio com base em sua própria situação. Mas se você está apenas procurando uma verificação rápida para saber se sua alocação de ativos é sensata, observar as alocações de ativos de fundos de data-alvo de boa qualidade (como estes da Vanguard e da série BlackRock LifePath Index) pode ser um começo. Também me refiro frequentemente aos índices Morningstar Lifetime Allocation Index para uma abordagem profissional sobre a alocação de ativos para várias etapas da vida e tolerâncias a riscos. Meus portfólios-modelos para poupadores de aposentadoria também podem fornecer algumas orientações.

Ao pesquisar estas alocações, você verá que os pesos das ações geralmente são bastante altos para as pessoas de 20 e 30 anos e permanecem assim até os 40 e até mais além. Por exemplo, a alocação de capital na versão moderada do Morningstar Lifetime Allocation Index para pessoas que se aposentarão em 2035 - pessoas na casa dos 50 anos, provavelmente - que têm tolerâncias moderadas ao risco é de cerca de três quartos dos ativos. O pensamento é que os investidores mais jovens devem, em geral, assumir o risco de patrimônio que puderem tolerar e manter essa alocação estável durante o período de acumulação. Afinal, nessa fase da vida, não acumular o suficiente em economias para aposentadoria é um fator de risco maior do que ter que aturar a volatilidade a curto prazo. As alocações para ações diminuem gradualmente à medida que a aposentadoria se aproxima.

No entanto, antes de executar uma dessas alocações disponíveis no mercado, existem alguns outros fatores a considerar. Um é o que você faz para viver. Se seus ganhos tendem a ser voláteis e irregulares (por exemplo, a maioria dos corretores de imóveis e vendedores comissionados), isso sugere uma alocação geral de ativos mais branda do que faria sentido para alguém com capital mais estável. Considere também seu próprio comportamento: se a volatilidade do mercado o assusta tanto que você pode vender tudo em pânico, você precisa lidar com isso com uma alocação de ativos mais branda. Apenas certifique-se de entender a relação entre baixa volatilidade e retornos. Ativos mais voláteis, como ações, tendem a ter retornos de longo prazo mais altos do que dinheiro e títulos; portanto, se você deseja limitar o risco de patrimônio, precisará compensar economizando mais ou por mais tempo.

Por fim, considere se você está investindo em metas de curto e médio prazo, e não apenas na aposentadoria. Se você está investindo em objetivos de curto prazo - como um adiantamento em casa, provavelmente não deseja ter muito, se é que há alguma coisa, em ações. Sim, os retornos dos títulos de renda fixa são mais baixos, mas também são muito menos propensos a encontrar grandes oscilações no lado negativo.

Etapa 3: Simplifique e Aprimore Suas Opções de Investimento.

Um ambiente de mercado volátil também pode oferecer uma oportunidade de limpar seu portfólio, simplificando suas contas e carteiras e concentrando seu foco nos investimentos realmente bons.

Dê uma olhada na racionalização nas contas. Procure por participações duplicadas em uma determinada categoria - por exemplo, vários fundos Large-Cap. As classificações dos analistas da Morningstar para fundos mútuos e fundos negociados em bolsa podem ajudar a identificar os investimentos que são os melhores em suas categorias. Ações individuais podem ser adequadas para muitos investidores, mas se você não tiver tempo para se dedicar à supervisão de ações individuais, essa é outra área a considerar para simplificar.

Assim como nas alterações na alocação de ativos, lembre-se das consequências fiscais da venda de ativos individuais. A venda de suas participações tributáveis - especialmente posições mantidas em longo prazo - podem desencadear impostos sobre ganhos de capital. Obtenha conselhos fiscais.

Etapa 4: Avalie a Adequação da Sua Rede de Segurança.

As correções de mercado geralmente ocorrem durante períodos de fraqueza econômica. Isso significa que, além de aumentar a economia e avaliar se há algum ajuste no portfólio de longo prazo, também é importante defender o seu plano financeiro total durante os mercados em baixa.

Comece avaliando sua cobertura de seguro. Uma boa regra é se garantir contra os riscos que causariam extrema dificuldade financeira e pular o seguro para itens que não causariam tanto. Seguro residencial, saúde, invalidez e automóvel são essenciais, assim como o seguro de vida se você tiver filhos menores; Por outro lado, você pode dizer não à garantia estendida do seu laptop ou da lavadora de roupas.

Como as quedas no mercado geralmente coincidem com períodos de fraqueza econômica, também é essencial manter - e possivelmente até adicionar - reservas de emergência. Em caso de despesas inesperadas (despesas com assistência médica não reembolsadas, grandes contas do veterinário ou reparos de emergência ou em casa, para citar alguns dos mais importantes) ou perda de emprego, ter um colchão de caixa disponível pode impedir que você precise recorrer a formas pouco atraentes de financiamento como cartões de crédito cheque especial. Embora a regra geral de guardar de três a seis meses de despesas de vida em dinheiro possa parecer assustadora, lembre-se de que são três a seis meses de despesas essenciais de vida, não de renda. Os trabalhadores autônomos, porque seus dias de pagamento podem ser irregulares e podem ser ainda mais irregulares em um período de fraqueza econômica, vão querer ter um colchão de dinheiro ainda maior, equivalente a um ano (ou mais) de despesas de vida.

Etapa 5: Invista em seu Capital Humano.

Falando em "investimentos" no sentido mais amplo possível, um mercado volátil pode ser um bom momento para investir em si mesmo, para melhorar seu poder de ganhos e sua empregabilidade no mercado de empregos. Como observado acima, mercados instáveis geralmente coincidem com ambientes econômicos fracos e aumentos na taxa de desemprego; portanto, faz sentido considerar o aprimoramento de suas habilidades. Isto significa obter treinamento adicional, manter-se atualizado sobre novos produtos e tecnologias ou até mesmo buscar um novo diploma ou certificação. Nem todas as despesas com educação e treinamento serão recompensadas financeiramente, mas é aconselhável considerá-las no início de sua carreira e não mais tarde, quando você tiver menos tempo para recuperar seus custos.

 

 

Apresentando o Novo Podcast da Morningstar: The Long View

Expanda seus horizontes de investimento e olhe para o longo prazo. Junte-se aos apresentadores Christine Benz e Jeff Ptak todas as semanas no The Long View para conversas abrangentes com líderes em investimentos, conselhos e finanças pessoais. Assine e avalie o podcast hoje e acesse todos os episódios aqui.

 

Artigo original em https://www.morningstar.com/articles/944318/a-down-market-survival-guide-for-your-20s-30s-and-40s

About Author

Christine Benz

Christine Benz   é diretora de finanças pessoais da Morningstar.

© Copyright 2020 Morningstar, Inc. Todos os direitos reservados.

Termos de Uso        Política Privacidade        Cookies