Como o Coronavírus Afetará as Ações Chinesas?

Os analistas da Morningstar analisam os setores que serão afetados pelo coronavírus, comparando isso com o surto de SARS de 2003

Morningstar 29/01/2020 17:26:00

O coronavírus originário da China está se espalhando rapidamente, com casos confirmados em toda a Ásia e também nos Estados Unidos e Europa.

As empresas dos setores de viagens e turismo da China são as mais afetadas pelo surto de coronavírus, prevêem analistas da Morningstar; companhias aéreas e aeroportos, cassinos, resorts e agências de viagens on-line serão os mais atingidos. Por exemplo, as operadoras de cassino de Macau, a resposta da China a Las Vegas, estão considerando fechar cassinos se a situação piorar.

Para avaliar o efeito desse contágio em nossa cobertura, comparamos com o surto de SARS em 2003, um coronavírus semelhante que se originou na China e matou quase 800 pessoas. Como o SARS não teve um efeito de longo prazo sobre as finanças das empresas que cobrimos na época, acreditamos que esse surto mais recente provavelmente leve apenas a riscos de curto prazo.

O coronavírus atual parece ser menos mortal que o SARS, embora não possamos descartar a possibilidade de uma mutação. Embora o governo chinês tenha tomado medidas para combater o vírus mais cedo do que com o SARS, a mobilidade na China é maior do que antes, especialmente com as ferrovias de alta velocidade e o crescimento contínuo das viagens aéreas.

Olhando para o efeito do SARS no setor de viagens, achamos que esse coronavírus poderia levar a um forte, mas curto, choque na demanda de viagens aéreas, resultando em declínio no tráfego de companhias aéreas e aeroportos nos próximos meses.

Ações de Companhias Aéreas Vulneráveis

As rotas de e para Wuhan, onde o vírus se originou, serão as mais atingidas. Entre as três maiores empresas, a China Southern Airlines (600029) está mais exposta ao mercado de aviação civil de Wuhan, seguida pela China Eastern (600115) e Air China (601111). Em um nível mais macro, porém, o mercado de Wuhan é apenas uma pequena parte dos negócios da China Southern, cerca de 5% da capacidade de transporte de passageiros da companhia aérea. No entanto, dado o medo público de que o coronavírus já tenha se espalhado para outras regiões da China e de outros países, esperamos ter um efeito mais amplo.

Com o SARS, o número de passagens aéreas e quartos de hotel vendidos pela agência de viagens on-line chinesa Trip.com (TCOM) caiu no início de 2003, enquanto as receitas e os lucros também diminuíram. Mas todas essas métricas se recuperaram rapidamente à medida que a demanda por viagens retornava, ajudada por subsídios do governo a empresas afetadas pela SARS.

Se o surto desse coronavírus atual se tornar tão grave quanto o SARS, esperamos que o lucro operacional diminua substancialmente em um quarto e se recupere assim que o surto estiver sob controle devido à demanda reprimida. Como a Trip.com é uma empresa mais madura, 17 anos depois, a recuperação subsequente provavelmente será menos perceptível dessa vez.

Os cassinos são outro exemplo de empresa afetada pelo coronavírus. Durante o SARS, a SJM Holdings (00880) era a única grande operadora de cassino em Macau e registrou uma queda acentuada nos jogadores e na receita de apostas em abril de 2003, e o volume de apostas também diminuiu. Mas isso logo se recuperou, com a receita de jogos da SJM aumentando 68% em todo o ano de 2003.

O que é diferente agora é que a indústria de jogos é muito mais madura, portanto esperamos que qualquer recuperação seja muito menor em termos percentuais.

 

Artigo original em https://www.morningstar.co.uk/uk/news/199064/how-will-coronavirus-hit-chinese-stocks.aspx

TAGS

Securities Mentioned in Article

Security NamePriceChange (%)Morningstar Rating
Air China Ltd6,96 CNY0,72
China Eastern Airlines Corp Ltd4,44 CNY0,45
China Southern Airlines Co Ltd5,42 CNY0,37
SJM Holdings Ltd8,96 HKD1,01
Trip.com Group Ltd ADR26,56 USD3,59

About Author

Morningstar  

© Copyright 2020 Morningstar, Inc. Todos os direitos reservados.

Termos de Uso        Política Privacidade        Cookies