Meu Fundo Investe em Derivativos?

VÍDEO: Novas ferramentas da Morningstar permitirão que os investidores se aprofundem nos fundos para descobrir exatamente onde seu dinheiro está sendo investido.

Holly Black 13/04/2021 16:04:00
Facebook Twitter LinkedIn

 

 

Holly Black: Bem-vindo a Morningstar. Sou Holly Black. Comigo está Kai Wu. Ele é um analista da Morningstar. Olá!

Kai Wu: Olá, tudo bem?

Black: Então, Kai, a Morningstar está introduzindo algumas novas medidas e maneiras pelas quais as pessoas podem ver como os fundos que estão investindo estão usando seu dinheiro e se parte disto está sendo usado em derivativos. Agora, essa é uma palavra bastante assustadora. Então, vou começar perguntando: o que é um derivativo.

Wu: Essa é uma ótima pergunta, Holly. Os derivativos são instrumentos específicos que auxiliam um gestor a gerenciar o risco e o retorno de seus fundos. E eles são normalmente usados porque você pode alocar uma pequena quantia e gerenciar uma parcela muito maior de risco em seu portfólio. Portanto, embora a maioria dos investidores conheça os derivativos por meio de coisas como CDOs e a crise financeira de 2008, a verdade é que, na maioria das vezes, eles são realmente usados para reduzir o risco. Então, digamos que você seja um fundo de ações dos EUA que investe em ações negociadas em euros. Você tende a querer administrar o risco da taxa de câmbio entre essas duas moedas. E, para isso, você usaria um derivativo. Portanto, estamos vendo mais e mais fundos usando estes instrumentos e isso não é necessariamente uma coisa ruim para os investidores. Ao mesmo tempo, precisamos ter certeza de que a forma como um fundo usa derivativos é transparente e faz sentido com seu impacto na carteira.

Black: Então, quando eu pesquisar um fundo na Morningstar, poderei ver essa nova medida de exposição econômica. Então, como isso vai ajudar os investidores?

Wu: Para representar derivativos nosso foco começou com nossa visão de alocação de ativos. Durante anos, nossa visão de alocação de ativos serviu como uma base para representar fontes de risco e retorno. E, embora nossa visão existente ainda seja correta do ponto de vista teórico financeiro, ela apresenta certas limitações ao traduzir os resultados para investidores típicos, principalmente para fundos que usam derivativos. Portanto, como resultado disto, nossa visão de exposição econômica atualiza nossa metodologia para minimizar o impacto dos derivativos usados para reduzir o risco e para destacar o impacto dos derivativos que são usados para assumir riscos. Também criamos uma visualização chamada Valor de Mercado, que representa onde um fundo investe seu dinheiro. Portanto, quando você considera esses dois fatores juntos, esses dois pontos de vista deixam claro como os derivativos de um fundo impactam suas fontes de risco e retorno.

Black: Então, eu acho, muitas pessoas pensam que os derivativos são bastante opacos, talvez até secretos. Então, de onde vocês estão obtendo estes dados?

Wu: Para gerar essas visualizações nós realmente coletamos dados especializados de fundos que são feitos sob medida para derivativos. Assim, como tal, essas novas visualizações estão disponíveis apenas para os fundos que nos fornecem essas informações. Como acreditamos que essas novas visões estão proporcionando maior transparência, investimos muito dinheiro e mão de obra na coleta destes novos dados. E, como líderes na coleta de portfólios, tivemos muito sucesso trabalhando com as gestoras para obtermos estes dados. Ao mesmo tempo, também estamos vendo as tendências da indústria se movendo em direção a uma maior transparência. Portanto, esperamos expandir drasticamente nossa cobertura nos próximos anos.

Black: OK. Bom, tudo isso parece ótimo em teoria. Mas você pode nos mostrar um exemplo de como posso realmente colocá-los em uso?

Wu: Claro. Vamos ver um exemplo real. Este é um fundo que usa derivativos para assumir o risco de ações no mercado. E quando você olha para a visão clássica, você vê grandes alocações longas e curtas para renda fixa, caixa e outros. Esses números tornam muito confuso o que este fundo está tentando fazer. Está pedindo muito caixa emprestado ou ficando vendido em uma grande quantidade de renda fixa?

Agora, vamos dar uma olhada na exposição econômica. Ao remover o impacto de muitos derivativos, você tem uma imagem mais clara do que o fundo está fazendo. No geral, tem 87% de alocação em capital, 71% em títulos e 39% em dinheiro. Também é alavancado para o mercado em relação aos seus ativos, uma vez que todos esses números somam mais de 100%. Finalmente, ao mudar para a visão de mercado, você verá que a maior parte do valor monetário é investido em títulos. Portanto, no geral, isto indica que grande parte da exposição a dinheiro e ações vem de derivativos. Portanto, usando a visão do valor de mercado com a visão da exposição econômica, você obtém uma imagem muito clara de que esse fundo é alavancado e é 100% investido em ações e aproximadamente 100% alocado em títulos e dinheiro.

Black: Kai, isso é fantástico. Muito obrigado pelo seu tempo. Para Morningstar, sou Holly Black.

 

 

Considerando Adotar o Novo Padrão e Aumentar a Transparência Para os Investidores?

Entre em contato com o consultor de dados da Morningstar para a América Latina através do e-mail gabriel.fenili@morningstar.com.

 

Artigo original em https://www.morningstar.co.uk/uk/news/204541/does-my-fund-invest-in-derivatives.aspx

Facebook Twitter LinkedIn

About Author

Holly Black

Holly Black  é editora senior de Morningstar.co.uk.

 

© Copyright 2021 Morningstar, Inc. Todos os direitos reservados.

Termos de Uso        Política Privacidade        Cookies