Bem vindo ao novo morningstarbr.com! Aprenda mais sobre as mudanças e como nossas novas funcionalidades vão ajudar no seu sucesso.

O Universo de Fundos ESG Está se Expandindo Rapidamente

Fluxo recorde, forte desempenho e outras sugestões do 2019 Sustainable Funds U.S. Landscape Report.

Jon Hale 19/03/2020 14:41:00

Fluxo recorde, forte desempenho e outras sugestões do 2019 Sustainable Funds U.S. Landscape Report.

Depois de ter ganho destaque consistentemente na última década, o investimento sustentável parece estar chegando a um ponto crítico nos Estados Unidos, com muitos gestores de ativos e empresas listadas de destaque começando o ano assumindo compromissos significativos com a sustentabilidade.

Dos investidores e de seus consultores, muitas vezes recebo três grandes perguntas sobre investimentos sustentáveis: Como é o universo dos fundos sustentáveis? Os fundos sustentáveis têm alguma limitação de desempenho? E, finalmente, como sabemos que os fundos sustentáveis estão fazendo o que dizem que estão fazendo?

Abordei essas e outras perguntas no Sustainable Funds U.S. Landscape Report de 2019. Aqui estão os principais tópicos:

O universo de fundos sustentáveis cresceu para 303 fundos abertos e ETFs em 2019, ante 270 no ano anterior. O grupo cresceu consideravelmente nos últimos cinco anos. No final de 2014, totalizava 111 fundos e, há uma década, 100 fundos.

Hoje, os fundos sustentáveis estão disponíveis nos formatos aberto (221) e negociado em bolsa (82); a maioria é de fundos de ações (219), mas os investidores agora também podem escolher entre 57 fundos de renda fixa e 27 fundos de alocação. No geral, fundos sustentáveis podem ser encontrados em 67 categorias Morningstar.

A taxonomia abaixo descreve três tipos amplos de estratégias sustentáveis: ESG Focus (Foco ESG), Impact/Thematic (Impacto/Temático), e Sustainable Sector (Setor Sustentável). As duas primeiras são abordagens diversificadas que podem ser usadas no lugar de estratégias convencionais comumente encontradas em carteiras de investidores. Embora não exista um setor sustentável separado dos demais, os fundos do Setor Sustentável são portfólios setoriais focados em investir em empresas associadas à crescente economia "verde" ou focados em temas de sustentabilidade em um setor existente.

Fonte: Morningstar

 

O número de fundos convencionais que agora dizem que "consideram" fatores ambientais, sociais e de governança aumentou enormemente, passando de 81 para 564 fundos em 2018. Para ficar claro, estes fundos não parecem estar se comercializando como fundos sustentáveis, e eles não afirmam que o ESG é o foco de todas as suas decisões de investimento. Mas o fato de quase 500 fundos terem adicionado a linguagem de consideração ESG aos seus prospectos no ano passado é um indicador de que muitos gestores estão reconhecendo a importância do ESG em seu processo de investimento.

Na seleção de fundos, então, os investidores sustentáveis podem pensar nestes fundos, chamados de Consideração ESG, como possíveis escolhas quando uma opção apropriada de fundo sustentável não estiver disponível. Porém, lembre-se de que todos os fundos de Consideração ESG são geridos ativamente.

Os fluxos para fundos sustentáveis totalizaram US$ 21,4 bilhões em 2019, um aumento quase quatro vezes superior ao recorde do ano anterior, que foi estabelecido em 2018.

Os fundos sustentáveis superaram seus pares convencionais em 2019, com 35% destes nos quartis superiores de suas categorias e 66% nas metades superiores. O retorno anualizado de três e cinco anos mostra um padrão semelhante.

Os fundos sustentáveis têm predominantemente classificações de sustentabilidade Morningstar de quatro ou cinco globos, indicando que eles têm menor risco ESG em suas carteiras em relação aos seus pares.

Os investidores não devem assumir que todos os fundos sustentáveis são livres de combustível fóssil. De fato, apenas 10% dos fundos de ações diversificados sustentáveis não têm exposição a combustíveis fósseis.

Enquanto a maioria dos fundos sustentáveis exibiu altos níveis de apoio às propostas dos acionistas relacionados ao ESG no ano passado, o apoio individual destes fundos literalmente varia de zero (dois fundos) a 100% (17 fundos).

Em suma, o universo de fundos sustentáveis cresceu significativamente, mas nem todos os fundos sustentáveis são iguais. Pensar neles como ESG Focus, Impact/Thematic, ou Sustainable Sector pode ajudar os investidores a entender melhor a variedade de fundos sustentáveis disponíveis. Embora não sejam fundos sustentáveis de pleno direito, os fundos de ESG Consideration refletem a crescente aceitação de questões ESG como fatores materiais de investimento pelos principais gestores de ativos. O desempenho mostra que não há razão para pensar que os fundos sustentáveis devam ter um desempenho inferior. Conforme evidenciado por seus ratings de Sustentabilidade (globos), estes fundos mantêm em suas carteiras empresas com riscos ESG mais baixos. E, embora muitos investidores sustentáveis pensem que todos os fundos sustentáveis evitem combustíveis fósseis e sempre votem a favor das resoluções dos acionistas relacionados ao ESG, este não é o caso.

 

Artigo original em https://www.morningstar.com/articles/972860/the-esg-fund-universe-is-rapidly-expanding

About Author

Jon Hale

Jon Hale  , Ph.D., CFA é o head de pesquisa de sustentabilidade da Morningstar.