Bem vindo ao novo morningstarbr.com! Aprenda mais sobre as mudanças e como nossas novas funcionalidades vão ajudar no seu sucesso.

O Que Você Precisa Saber Para Investir

Entender o risco e como ele se relaciona com as três maneiras diferentes de aumentar seu dinheiro é fundamental.

Morningstar.com 18/11/2019 16:24:00

Por que investir? Porque a cada ano, as coisas custam cada vez mais, e é por isso que é tão difícil acompanhar o custo de vida se você depende apenas de suas economias para construir seu patrimônio. O que custava US$ 1.000 há 20 anos custa agora mais de US$ 2.000 e, em alguns anos, será o dobro disto. Como um amigo observou recentemente: “Lembro-me de quando um caminhão custava US$ 10.000. Esse agora é o desconto que eles anunciam em promoções".

A inflação pode ser melhor que a deflação, mas ainda é um problema. As pequenas quantias de juros que você pode ganhar com as contas de poupança não são suficientes para acompanhar a inflação, então, por mais estranho que pareça, economizar dinheiro é uma perda garantida. Se você deseja aumentar suas economias, precisa investi-las, o que significa enfrentar algumas decisões difíceis entre risco e retorno.

O Gatilho
Você ouvirá muitas pessoas citarem a regra geral "mais risco; mais retorno”, que é um equívoco simplista da relação risco-retorno - e uma perigosa armadilha mental. Se um risco mais alto sempre significasse um retorno mais alto, não seria realmente um risco!
Não. Risco mais alto significa risco mais alto. Você pode ver um retorno alto, mas também pode perder até suas roupas.

Pense da seguinte maneira: imagine dois amigos, cada um pedindo emprestado US$ 1.000. Um deles emprestou dinheiro de você antes e não pagou de volta. O outro te pagou de volta mais cedo. A quem você está mais propenso a emprestar de novo? Aquele com o bom histórico, é claro. Agora, e se a pessoa que deixou de te pagar anteriormente prometer te pagar o dobro do que você emprestar. Você pode ser atraído para fazer o acordo, porque pode obter um retorno significativo. O extra que eles prometem te pagar de volta serve para compensá-lo por assumir o risco de lhes dar dinheiro em primeiro lugar. Essa é a relação risco-retorno. Risco mais alto significa maior risco de perda, com um retorno mais alto se você receber seu dinheiro de volta.

Então, ao invés de "mais risco; mais retorno", existe uma regra de ouro melhor que pode ajudá-lo a se proteger de correr riscos demais, além de superar a inflação.

Jogos Diferentes Com Regras Diferentes

Quando se trata de cultivar o seu patrimônio, você basicamente tem três opções: emprestar, investir e especular. Cada uma destas estratégias tem diferentes quantidades de risco associadas a ela e diferentes potenciais para ganhos e perdas.

Empréstimos são quando você entra em um acordo contratual para dar seu dinheiro a terceiros com a condição de que eles paguem com juros em uma data especificada. Quando você empresta seu dinheiro, corre o risco de não receber o pagamento. Geralmente, quanto maior a probabilidade de o tomador deixar de pagar, mais você pode cobrar juros como forma de fazer valer a pena correr o risco de emprestar a eles em primeiro lugar.

Você pode emprestar seu dinheiro ao governo, bancos, corporações e indivíduos, e cada uma dessas opções apresenta algum risco, com o governo tendo o menor risco de inadimplência e os indivíduos o mais alto.

Algumas opções para empréstimos incluem:

Governo - títulos de dívida e títulos do tesouro;

Bancos - contas de poupança, CDBs, etc.;

Corporações – Debêntures, Nota Comercial, CRI, CRA, etc.;

Indivíduos - acordos privados entre indivíduos.

Quando você empresta seu dinheiro, geralmente existe algum tipo de acordo formal para o pagamento. É por isso que os empréstimos são a maneira mais segura de investir, relativamente falando. No entanto, como você não corre tanto risco de perder seu dinheiro emprestando, não pode ganhar tanto em troca. As contas e os títulos do governo nem sempre acompanham a inflação; portanto, preste atenção ao retorno anual (taxa percentual anual) sobre o dinheiro e à taxa de inflação prevista. Se a taxa de inflação for maior que a taxa de retorno, você ainda estará mais pobre no final do acordo.

Investir e Especular são muito semelhantes, mas para nossos propósitos aqui, eu os definirei assim:

Investir é comprar ativos que possuem um valor fundamental sólido e que provavelmente se valorizarão ao longo do tempo. Ainda existe algum risco de que as coisas azedem e você perca dinheiro, mas investir geralmente exige um plano para o crescimento a longo prazo, a compra de ativos bem diversificados para compensar parte do risco e a moderação da incerteza. Esta é a área em que a maioria das pessoas que estão começando a cultivar seus patrimônios precisará se concentrar.

Algumas opções para investir são:

Terrenos - imóveis, terrenos brutos;

Cestas de ações - fundos de índices, fundos negociados em bolsa (ETFs), fundos mútuos;

Educação - habilidades adicionais podem aumentar o valor do seu capital humano, aumentando sua renda.

Especular é quando você compra coisas sem saber muito sobre o seu valor futuro. Quando você especula, pode ganhar muito - mas também pode perder muito. É por isso que não é inteligente especular com dinheiro que você não pode perder. Considere especular por diversão e potencial dinheiro extra, mas não como base para sua renda futura.

Algumas opções para especular incluem:

Jogando no mercado - Escolhas individuais de ações, títulos indesejados (enganosamente chamados títulos de alto rendimento – high yield), ações de centavos (penny stocks);

Loteria - Cassinos, bilhetes de loteria, jogos de fantasia;

Futuros incertos - Criptomoedas, tecnologias ainda sem aplicações comerciais, a startup de seu cunhado.

Todas estas três estratégias têm prós e contras. A estratégia mais segura de emprestar a bancos e governos vem com o trade-off de retornos mais baixos, que podem até não igualar a inflação. Investir a longo prazo requer pesquisa, autodisciplina e paciência, o que pode ser um desafio para todos nós, e ainda existe o risco de perder dinheiro no final. A especulação pode transformar pessoas em milionários ou indigentes da noite para o dia, e oferece uma dose de adrenalina adicional que muitos de nós desejam.

O Que Isto Significa Para Você
Como saber qual estratégia usar com seu dinheiro? A resposta simples é fazer um pouco de todos os três, mas quanto colocar em cada um deles depende das suas necessidades e do seu horizonte de tempo.

Para dinheiro que você não pode perder e dinheiro que precisará no curto prazo (digamos, em menos de cinco anos), considere emprestar ao governo e aos bancos. Você não ganhará muito, mas também não o perderá – e, de qualquer maneira, a inflação não terá muito tempo para corroer seu dinheiro.

Para metas de longo prazo, como a aposentadoria ou a faculdade de seus filhos, considere investir. Uma carteira de investimentos simples, composta de ativos bem diversificados, como os oferecidos em fundos mútuos e ETFs, provavelmente superará a inflação sem colocar seu dinheiro em riscos desnecessariamente altos.

Por diversão e dinheiro extra, a especulação pode ser uma ótima estratégia. Os cassinos são populares por uma razão e, certamente, há potencial para ganhar muito dinheiro se você conseguir prever os preços das ações corretamente. No entanto, a especulação pode ser inimiga da segurança a longo prazo; portanto, não especule com dinheiro que você não pode perder.

O Atalho Inteligente

Com tudo isso em mente, qual é a regra geral que você pode levar com você hoje? É bem simples.

Empreste para retornos seguros e previsíveis no curto prazo (menos de cinco anos).

Invista para um crescimento diversificado e de longo prazo (cinco anos ou mais).

Especule por diversão e potencial de dinheiro extra.

Lembre-se de que risco maior significa risco maior. Não especule com o que você não pode perder e, se estiver confiando seu dinheiro a um profissional financeiro, verifique se ele não está especulando com suas principais economias.

 

Artigo original em: https://www.morningstar.com/articles/949602/what-you-need-to-know-to-invest

About Author

Morningstar.com  Morningstar.com offers coverage of more than 1,700 stocks, 1,700 mutual funds, and 300 ETFs, plus market news, economic analysis, portfolio-planning insights, and investment commentary.